quinta-feira, 30 de setembro de 2010

DIA DA BÍBLIA

30 DE SETEMBRO
DIA DA BÍBLIA

A palavra grega Bíblia, em plural, deriva do grego bíblos ou bíblion (ß?ß????) que significa "rolo" ou "livro". Bíblion, no caso nominativo plural, assume a forma bíblia, significando "livros". No latim mediaval, bíblia é usada como uma palavra singular - uma coleção de livros ou "a Bíblia". Foi São Jerônimo, tradutor da Vulgata Latina, que chamou pela primeira vez ao conjunto dos livros do Antigo Testamento e Novo Testamento de "Biblioteca Divina". A Bíblia é na realidade uma coleção de livros catalogados, considerados pelas diversas religiões cristãs como Divinamente inspirados. É sinônimo de "Escrituras Sagradas" e "Palavra de Deus".

Conceitos sobre a Bíblia
Os cristãos acreditam que estes homens escreveram a Bíblia, inspirados por Deus e, por isso, consideram que a Bíblia é a Escritura Sagrada. No entanto, nem todos os seguidores da Bíblia a interpretam de forma literal, e muitos consideram que muitos dos textos da Bíblia são metafóricos ou que são textos datados que faziam sentido no tempo em que foram escritos, mas foram perdendo atualidade.
Para o cristianismo tradicional, a Bíblia é a Palavra de Deus, portanto ela é mais do que apenas um bom livro, é a vontade de Deus escrita para a humanidade. Para esses cristãos nela se encontram, acima de tudo, as respostas para os problemas da humanidade e a base para princípios e normas de moral.
Os agnósticos vêem a Bíblia como um livro comum, com importância histórica e que reflete a cultura do povo que os escreveu. Os não crentes recusam qualquer origem Divina para a Bíblia e a consideram como de pouca ou de nenhuma importância na vida moderna, ainda que na generalidade se reconheça a sua importância na formação da civilização ocidental (apesar de a Bíblia ter origem no Médio Oriente).
A comunidade científica tem defendido a bíblia como um importante documento histórico, fielmente narrado na perspectiva de um povo e na sua fé religiosa. Muito de sua narrativa foi de máxima importância para a investigação e descobertas arqueológicas dos últimos séculos. Mas os dados existentes são permanentemente cruzados com outros documentos contemporâneos, uma vez que, a sua história é religiosamente tendenciosa em função da soberania de um povo que se dizia o "escolhido" de Deus e manifestou essa atitude nos seus registros.
Independente da perspectiva que um determinado grupo tem da Bíblia, o que mais chama a atenção neste livro é a sua influência em toda história da Sociedade Ocidental, e mesmo mundial. Por ela, nações nasceram (Estados Unidos da América, etc.), foram destruídas (Incas, Maias, etc.), o calendário foi alterado (Calendário Gregoriano), entre outros fatos que ainda nos dias de hoje alteram e formatam nosso tempo. Sendo também o livro mais lido, mais pesquisado e mais publicado em toda história da humanidade, boa parte das línguas e dialetos existentes já foram alcançados por suas traduções. Por sua inegável influência no mundo ocidental, cada grupo religioso oferece a sua interpretação, muitas vezes, sem a utilização da Hermenêutica.
Os idiomas originais
Foram utilizados três idiomas diferentes na escrita dos diversos livros da Bíblia: o hebraico, o grego e o aramaico. Em hebraico consonantal foi escrito todo o Antigo Testamento, com exceção dos livros chamados deuterocanônicos, e de alguns capítulos do livro de Daniel, que foram redigidos em aramaico. Em grego comum, além dos já referidos livros deuterocanônicos do Antigo Testamento, foram escritos praticamente todos os livros do Novo Testamento. Segundo a tradição cristã, o Evangelho de Mateus terá sido primeiramente escrito em hebraico, visto que a forma de escrever visava alcançar os judeus.
O hebraico utilizado na Bíblia não é todo igual. Encontramos em alguns livros o hebraico clássico (por ex., livros de Samuel e Reis), em outros um hebraico mais rudimentar e noutros ainda, nomeadamente os últimos a serem escritos, um hebraico elaborado, com termos novos e influência de outras línguas circunvizinhas. O grego do Novo Testamento, apesar das diferenças de estilo entre os livros, corresponde ao chamado grego koiné (isto é, o grego "comum" ou "vulgar", por oposição ao grego clássico), o segundo idioma mais falado no Império Romano.
Inspirado por Deus
O apóstolo Paulo afirma que a Bíblia é "inspirada por Deus" [literalmente "soprada por Deus", em grego Theó pneumatos]. (II Timóteo 3:16) O apóstolo Pedro diz que "nenhuma profecia foi proferida pela vontade dos homens. Inspirados pelo Espírito Santo é que homens falaram em nome de Deus." (II Pedro 1:21 MC) Veja também os artigos Cânon Bíblico e Apócrifos.
Os cristãos crêem que a Bíblia foi escrita por homens sob Inspiração Divina, mas essa afirmação é considerada subjetiva na perspectiva de uma pessoa não cristã ou não religiosa. A interpretação dos textos bíblicos, mesmo usando o mesmo Texto-Padrão, varia de religião para religião. Verifica-se que a compreensão e entendimento a respeito de alguns assuntos podem variar de teólogo para teólogo, e mesmo de um crente para outro, dependendo do idealismo e da filosofia religiosa defendida. Entretanto, quanto aos fatos e às narrações históricas, existe uma unidade.
A Fé dos leitores religiosos da Bíblia baseia-se na premissa de que "Deus está na Bíblia e Ele não fica em silêncio", como declara repetidamente o renomado teólogo presbiteriano e filósofo, o Pastor Francis Schaeffer, dando a entender que a Bíblia constitui uma carta de Deus para os homens. Para os cristãos, o Espírito Santo de Deus atuou de uma forma única e sobrenatural sobre os escritores. Seguindo este raciocínio, Deus é o Verdadeiro Autor da Bíblia, e não os seus escritores, por si mesmos. Segundo este pensamento, Deus usou as suas personalidades e talentos individuais para registrar por escrito os Seus pensamentos e a revelação progressiva dos Seus propósitos em suas palavras. Para os crentes, a sua postura diante da Bíblia determinará o seu destino eterno.
A interpretação bíblica
Diferente da mitologia, os assuntos narrados na Bíblia são geralmente ligados a datas, a personagens ou a acontecimentos históricos (de fato, os cientistas em sua maioria têm reconhecido a existência de personagens e locais narrados na Bíblia que, até há poucos anos, eram desconhecidos ou considerados fictícios).
Os judeus acreditam que todo o Velho Testamento foi inspirado por Deus e, por isso, constitui não apenas parte da Palavra Divina, mas a própria palavra. Os Cristãos, por sua vez, incorporam a tal entendimento em todos os livros do Novo Testamento. Os ateus e agnósticos possuem concepção inteiramente diferente, descrendo por completo dos ensinamentos religiosos. Alguns cientistas ecléticos entendem que existem personagens cuja real existência e/ou atos praticados dependem exclusivamente do entendimento religioso de cada um, como dos relatos de Adão e Eva, da narrativa da sociedade humana antidiluviana, da Arca de Noé, o Dilúvio, Jonas engolido por um "Grande peixe", etc.
A hermenêutica, uma ciência que trata da interpretação dos textos, tem sido utilizada pelos teólogos para se conseguir entender os textos bíblicos. Entre as regras principais desta ciência encontramos:
A Bíblia - coleção de livros religiosos - se interpreta por si mesma, revelando toda ela uma harmonia doutrinal interna;
O texto deve ser interpretado no seu contexto e nunca isoladamente;
Deve-se buscar a intenção do escritor, e não interpretar a intenção do autor;
A análise do idioma original (hebraico, aramaico, grego comum) é importante para se captar o melhor sentido do termo ou as suas possíveis variantes;
O intérprete jamais pode esquecer os fatos históricos relacionados com o texto ou contexto, bem como as contribuições dadas pela geografia, geologia, arqueologia, antropologia, cronologia, biologia...

Sua estrutura interna
A Bíblia é um conjunto de pequenos livros ou uma biblioteca. Foi escrita ao longo de um período de cerca de 1.500 anos por 40 homens das mais diversas profissões, origens culturais e classes sociais, segundo a tradição judaica cristã. No entanto, exegetas cristãos divergem cada vez mais sobre a autoria e a datação das obras.
Livros do Antigo Testamento
Pentateuco
Gênesis - Êxodo - Levítico - Números - Deuteronômio
Históricos
Josué - Juízes - Rute - I Samuel - II Samuel - I Reis - II Reis - I Crônicas - II Crônicas - Esdras - Neemias - Ester
Poéticos e Sapienciais
Jó - Salmos - Provérbios - Eclesiastes (ou Coélet) - Cânticos dos Cânticos de Salomão

Proféticos
Isaías - Jeremias - Lamentações - Ezequiel - Daniel - Oséias - Joel - Amós - Obadias - Jonas - Miquéias - Naum - Habacuque - Sofonias - Ageu - Zacarias - Malaquias



Livros do Novo Testamento
Evangelhos e Livros históricos
Mateus - Marcos - Lucas - João - Atos dos Apóstolos (abrev. Atos)
Cartas para igrejas locais
Romanos - I Coríntios - II Coríntios - Gálatas - Efésios - Filipenses - Colossenses - I Tessalonicenses - II Tessalonicenses - Hebreus
Cartas a presbíteros
I Timóteo - II Timóteo - Tito

Carta particular
Filémon

Outras cartas
Tiago - I Pedro - II Pedro - I João - II João - III João - Judas

Livro profético
Apocalipse ou Revelação

Versões e traduções bíblicas
Livro do Gênesis, Bíblia em Tamil de 1723
Apesar da antiguidade dos livros bíblicos, os manuscritos mais antigos que possuímos datam a maior parte do III e IV Século. Tais manuscritos são o resultado do trabalho de copistas (escribas) que, durante séculos, foram fazendo cópias dos textos, de modo a serem transmitidos às gerações seguintes. Transmitido por um trabalho desta natureza o texto bíblico, como é óbvio, está sujeito a erros e modificações, involuntários ou voluntários, dos copistas, o que se traduz na coexistência, para um mesmo trecho bíblico, de várias versões que, embora não afetem grandemente o conteúdo, suscitam diversas leituras e interpretações dum mesmo texto. O trabalho desenvolvido por especialistas que se dedicam a comparar as diversas versões e a selecioná-las, denomina-se Crítica Textual. E o resultado de seu trabalho são os Textos-Padrão.
A grande fonte hebraica para o Antigo Testamento é o chamado Texto Massorético. Trata-se do texto hebraico fixado ao longo dos séculos por escolas de copistas, chamados Massoretas, que tinham como particularidade um escrúpulo rigoroso na fidelidade da cópia ao original. O trabalho dos massoretas, de cópia e também de vocalização do texto hebraico (que não tem vogais, e que, por esse motivo, ao tornar-se língua morta, necessitou-se de indicá-lo por meio de sinais), prolongou-se até ao Século VIII d.C.. Pela grande seriedade deste trabalho, e por ter sido feito ao longo de séculos, o Texto Massorético (sigla TM) é considerado a fonte mais autorizada para o texto hebraico bíblico original.
No entanto, outras versões do Antigo Testamento têm importância, e permitem suprir as deficiências do Texto Massorético. É o caso do Pentateuco Samaritano (os samaritanos eram uma comunidade étnica e religiosa separada dos judeus, que tinham culto e templo próprios, e que só aceitavam como livros sagrados os do Pentateuco), e principalmente a Septuaginta Grega (sigla LXX).
A Versão dos Setenta, ou Septuaginta Grega, designa a tradução grega do Antigo Testamento, elaborada entre os séculos IV e II a.C., feita em Alexandria, no Egito. O seu nome deve-se à lenda que referia ter sido essa tradução um resultado milagroso do trabalho de 70 eruditos judeus, e que pretende exprimir que não só o texto, mas também a tradução, fora inspirada por Deus. A Septuaginta Grega é a mais antiga versão do Antigo Testamento que conhecemos. A sua grande importância provém também do fato de ter sido essa a versão da Bíblia utilizada entre os cristãos, desde o início, e a que é citada na grande parte do Novo Testamento.
Da Septuaginta Grega fazem parte, além da Bíblia Hebraica, os Livros Deuterocanônicos (aceitos como canônicos apenas pela Igreja Católica), e alguns escritos apócrifos (não aceitos como inspirados por Deus por nenhuma das religiões cristãs).
Encontram-se 4 mil manuscritos em grego do Novo Testamento, que apresentam variantes. Diferentemente do Antigo Testamento, não há para o Novo Testamento uma versão a que se possa chamar, por assim dizer, normativa. Há contudo alguns manuscritos mais importantes, pela sua antiguidade ou credibilidade, e que são o alicerce da Crítica Textual.
Uma outra versão com importância é a chamada Vulgata Latina, ou seja, a tradução latim por São Jerônimo, em 404 d.C., e que foi utilizada durante muitos séculos pelas Igrejas Cristãs do Ocidente como a versão bíblica autorizada.
De acordo com o Scripture Language Report, a Bíblia já foi traduzida para 2.403 línguas diferentes, sendo o livro mais traduzido do mundo.
A BÍBLIA  SAGRADA
(73 livros; 1333 capítulos e 35.700 versículos)

A Bíblia refere-se ao Antigo e ao Novo Testamento,
Ao leitor, o volume assusta ao primeiro momento.
A provento da leitura, atentemos à introdução geral,
Desde aí, palavras de Deus chegarão a contento...

A Bíblia levou anos a formalizar palavras santas,
Assim devemos manuseá-la no dia-a-dia em reflexão;
Grifar seus escritos e textos é como cultivar plantas,
Que farão brotar em todos o amor n’alma e no coração!

A Bíblia tem em si, livros de autores inspirados por Deus.
Como dizem que: "não se ama aquilo que não se conhece",
É de bom parecer ler e entender a Bíblia junto aos seus.
O ato fortalece o aperfeiçoamento às nossas preces!

A Bíblia exposta em lugar digno e de fácil acesso,
Torna-se mais bonita quanto maior o seu manuseio;
Ler o Livro Santo com familiares e outros processos,
Demonstra veredas de felicidade a seus anseios!

A Bíblia apesar de ser a mais lida em todo o globo,
Nestes tempos, ainda necessita de maior divulgação.
Tê-la conosco e fazer diálogos sobre seus temas tesouros;
Dá a quem crê em Deus a formação de um bom Cristão!
Lida, relida e entendida, é a Bíblia, o lastro às nossas vidas!

Autor: Manuel de Almeida 

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Audioteca Sal e Luz

A AUDIOTECA SAL E LUZ PEDE DIVULGAÇÃO. NÃO PEDE DINHEIRO



A Audioteca Sal e Luz corre o risco de acabar. Ela é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros). Mas o que seria isto? São livros que alcançam cegos e deficientes visuais (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada), de forma totalmente gratuita. Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3. E agora, você está se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? É simples. Nos ajude divulgando. Se você conhece algum cego ou deficiente visual, fale do nosso trabalho. DIVULGUE! Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede, que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125 - Centro. RJ. Não precisa ser morador do Rio de Janeiro. A outra opção foi uma alternativa que se criou, face à dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade. Eles podem solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios. A nossa maior preocupação reside no fato que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, senão ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura. Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros... Ajudem-nos, Divulguem! Atenciosamente, Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz. Rua Primeiro de Março, 125- 7º Andar. Centro - RJ. CEP 20010-000 Fone: (21) 2233-8007 Horário de atendimento: 08:00 às 16:00 horas http://audioteca.org.br/noticias.htm
A Audioteca não precisa de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO!!
Então conto com a ajuda de vocês: repassem! Eles enviam para as pessoas de graça, sem nenhum custo. É um belo trabalho! Quem puder fazer com que a Audioteca chegue à mídia, por favor fique à vontade.
É tudo do que eles precisam.



Audioteca Sal e Luz
Rua Primeiro de Março, 125- 7o Andar - Centro- RJ. CEP 20010-000
Fone: (21) 2233-8007
Horário de atendimento: 08 às 16 horas
http://audioteca.org.br/noticias.htm

domingo, 26 de setembro de 2010

NOTÍCIA!!



Dieta Mediterrânea ajuda pacientes cardíacos a controlarem colesterol

A mais saudável de todas as dietas está ajudando os cardíacos do Brasil. Pesquisadores confirmam os benefícios do azeite, do vinho, do peixe, das ervas e dos grãos.

O representante de vendas José Edson Medeiros de Oliveira e o corretor de imóveis João Amadeu Rossi Formica nem se conhecem, mas os dois já passaram pela mesma experiência. “Senti uma sensação estranha aqui no peito, como se tivesse tomado um líquido, e esse liquido tivesse entrado com dificuldade. É como se você estivesse entalado”, conta o representante de vendas.
Edson estava no meio da rua. João, na sala com a família. “De repente, eu derreti. Ela dizia: ‘nós temos que ir para o hospital’. Eu falei: ‘não, vamos em uma farmácia, isso é onda’”, lembra o corretor de imóveis.
“Então, ele não quis ir para o hospital. Eu tive que brigar, os filhos levantaram, ficaram todos nervosos. E aí a gente carregou literalmente”, conta a professora Vera Maria Formica.
Os números impressionam. Assim como Edson e João, cerca de 200 brasileiros são internados diariamente tendo um infarto. João recebeu duas pontes de safena e uma mamária no coração. Edson colocou um stent - um pequeno tubo que, depois de inserido na artéria entupida, é expandido, para que o sangue volte a correr.
O inesperado havia acontecido. A partir daí, a vida que levavam antes do infarto ficou só na lembrança. “Muita carne, muita picanha nos churrascos, linguiça”, cita Edson. “Meu filho deixava a gordura do lado, eu ia lá e pegava. Ele ficava brabo comigo. Eu adorava (a gordura da carne), a sua e a dos seus filhos”, revela João.
Parece que problema no coração, depois de certa idade, é um fantasma, que faz parte da vida de todo mundo. É impressionante como as doenças cardiovasculares ainda são as que mais matam no Brasil e em vários países do mundo. E os repórteres Hélter Duarte e Graziela Azevedo tiveram contato com muita gente que teve problema, mas que, felizmente, conseguiu sobreviver e pode contar a história para nós.
Depois de enfrentar um baque desse, você tem que mudar a alimentação. Não tem como escapar. Não tem saída, é dieta para a vida inteira. E eles sofrem com a dieta, porque tem muita restrição. É preciso dar adeus às guloseimas.
“Eu saí do hospital com uma dieta bem rígida e levei essa dieta por um ano e até mais. E não tinha graça, era uma comida insossa”, declara Edson. “Você tem que aceitar e tem que mudar mesmo”, afirma João.
Mas um ano depois de enfartar, Edson recebeu no Instituto do Coração (InCor) um convite tentador, que mudaria a vida dele: participar de uma pesquisa sobre alimentação. Foram 39 voluntários vítimas de infartos e anginas. Como a ideia era testar duas opções de dieta, metade dos voluntários seguiu a tradicional para quem tem problemas do coração, e metade seguiu a Dieta do Mediterrâneo.
“Nas populações que têm esse hábito mediterrâneo, eles têm uma alta expectativa de vida e menores índices de doenças cardiovasculares”, aponta a nutricionista Maria Cristina Thomazella.
Italianos e gregos, que vivem às margens do Mediterrâneo, gostam muito desse jeito saudável de comer. Será que brasileiros de coração doente iriam gostar da dieta e melhorar com ela?
“Os alimentos típicos desse padrão mediterrâneo, que foi associado à saúde, são: abundância de alimentos de origem vegetal, ou seja, hortaliças em geral, que inclui: os legumes variados e sazonais (legumes da época), verduras, que estão dentro do grupo das hortaliças, também variadas e frutas em geral”, declara a nutricionista. “As frutas, por exemplo, a orientação era de no mínimo quatro a seis porções diárias. As hortaliças, no mínimo, quatro porções diárias, como verduras e legumes”.
A repórter Graziela Azevedo acompanhou José Edson Medeiros de Oliveira em uma refeição e descobriu que o representante de vendas segue tudo à risca. Ele faz cinco refeições por dia. No lanchinho da manhã, ele come uma ameixa preta, uma avelã, uma castanha do Pará, meia noz, uma porção de uvas passas e uma fruta. À tarde e nas sobremesas, ele vai variando as frutas.
Desde que sofreu o infarto, Edson passou a trabalhar em casa com os filhos. Enquanto eles estão lá, na cozinha, o almoço já está em andamento.
A psicóloga Carmem Medeiros de Oliveira mostra para a repórter Graziela Azevedo o que prepara para o almoço. “É um peixe branco. O tempero vai mais, mas não tem sal. Eu coloquei limão, para substituir o sal, pimenta do reino, orégano, e tem também um pouco de páprica, pimentão, cebola, tomate”.
Carmem aprendeu a usar azeite, ervas, dar preferência aos alimentos integrais e fazer muito peixe. Reduzir bem o consumo de carne pode ser difícil no começo, porque os brasileiros exageram.
A pesquisadora levou um susto quando fez as contas. “Eles consumiam, em média, 400 gramas de carne vermelha diariamente. É muita coisa, são quatro bifes. Eles tiveram que trocar este hábito para uma vez por semana, porções pequenas, para se adequarem ao padrão mediterrâneo”, aponta a nutricionista Maria Cristina Thomazella.
Para quem precisa cuidar da saúde do coração, trocar a carne vermelha e consumir peixe de três a quatro vezes por semana é fundamental. “Há vários estudos na literatura apontando a associação entre os ácidos graxos ômega 3, um tipo de gordura que tem principalmente nestes tipos de peixes, como o salmão, o atum e a sardinha, que eles conferem um poder antitrombogênico. Ajuda a não entupir as artérias e também tem sido associado um poder antiinflamatório a esses componentes”, diz a pesquisadora .
Três meses depois, o resultado da pesquisa foi considerado um sucesso. “Houve diminuição de peso corporal significativo. Pelo menos parte deste peso corporal que os pacientes perderam foi devido à diminuição de gordura”, aponta a nutricionista.
Os exames de sangue mostraram também que os níveis do colesterol ruim, o LDL, ficaram sob controle nos dois grupos. Outro ponto para a Dieta do Mediterrâneo. Ela deu um empurrãozinho no HDL, a gordura do bem que protege o coração.
“Então, essa melhora do HDL foi indicativa de uma melhora do risco cardiovascular desses pacientes. É interessante que a dieta tem um poder, embora pequeno, mas significativo de aumentar o HDL, lembrando que é muito difícil aumentar o HDL. A dieta conseguiu, pouco, mas conseguiu”, afirma o cardiologista Francisco Rafael Martins Laurindo, do Laboratório de Biologia Vascular do InCor/USP.
A gordura boa também está associada a um dos principais ingredientes da dieta: o azeite de oliva extra-virgem. “É rico em ácidos graxos monoinsaturados. Além disso, ele possui fenóis, que são importantes na proteção cardiovascular também. Mas engorda. Tem que ser em substituição a margarinas, manteigas, cremes vegetais, cremes de leite e passar a ser a gordura predominante naquele hábito alimentar. Aí, sim”, explica a nutricionista Maria Cristina Thomazella.
Mas tem um limite: no máximo duas colheres de sopa no almoço e duas no jantar. Se não der para usar o azeite para cozinhar, os pesquisadores recomendam o óleo de canola.
“O óleo de canola não vai substituir o azeite, mas ele é uma ótima opção de ácidos graxos monoinsaturados para quem não pode estar consumindo o azeite de oliva”, diz a nutricionista.
Mas a grande estrela da dieta do mediterrâneo é sem dúvida o vinho. O paciente precisa ter o consentimento do médico. A dose diária é de 250 mililitros, ou seja, um copo tipo requeijão que pode ser dividido em meio copo no almoço e meio no jantar. Para as mulheres, o indicado é um pouco menos do que isso. Consumido assim, moderadamente, o vinho pode ser o elixir que ajuda o sangue a correr livre.
“O benefício é especialmente anti-agregante plaquetário, ou seja, não formação de ateromas, de placas, auxiliando a não formação dessas placas”, nutricionista. “O vinho também tem os polifenóis, um dos principais é o resveratrol, que tem sido associado muito à proteção cardiovascular nas pesquisas”.
Um efeito inesperado do vinho foi que os voluntários passaram a sentir menos vontade de comer sobremesa. Na Dieta Mediterrânea, doce só de vez em quando e de preferência os de frutas. “O vinho acabava substituindo a vontade do doce e acabava sendo o término da refeição”, diz nutricionista.
“Comer passou a ser prazeroso, quando, para mim, comer estava sendo uma coisa como o remédio que vai me ajudar a superar o problema que eu tive. Eu reencontrei o prazer de comer”, declara Edson.
E quem sabe a dieta mediterrânea não poderá ser agora uma boa opção pra quem precisa fazer essas dietas tão rígidas. “Para falar a verdade, eu sempre gostei de comer. Eu comia de tudo. Para mim, o único prato ruim era o vazio”, conta João.
Fonte: Globo repórter

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

É Primavera!!!

22 DE SETEMBRO
DIA DA PRIMAVERA
PRIMAVERA
Ah! quem nos dera que isto, como outrora,
Inda nos comovesse! Ah! quem nos dera
Que inda juntos pudéssemos agora
Ver o desabrochar da primavera!

Saíamos com os pássaros e a aurora.
E, no chão, sobre os troncos cheios de hera,
Sentavas-te sorrindo, de hora em hora:
"Beijemo-nos! amemo-nos! espera!"

E esse corpo de rosa recendia,
E aos meus beijos de fogo palpitava,
Alquebrado de amor e de cansaço.

A alma da terra gorjeava e ria...
Nascia a primavera... E eu te levava,
Primavera de carne, pelo braço!

Autor: Olavo Bilac, in "Poesias"

PRIMAVERA

Estação das flores, Primavera sendo anunciada.
As orquídeas cheias de botões de flores se abrindo, dando cor, alegria, beleza, com suas perfumadas nuances, ao grande muro.
O manacá, com seu inconfundível aroma invadindo o ar, deixando as lagartas se transformarem em casulo, liberando as borboletas e embelezando o jardim com seus coloridos esvoaçantes.
Anunciando uma revoada em busca de galhos tranquilos e fartos para seus ninhos, beija flores, andorinhas, sabiás, rolinhas...
trazem gravetos e folhagens preparando suas moradas e caprichando nos detalhes, que se enchem de ovinhos que alegram a criançada.
As folhagens ficam mais verdes e saudam a nova estação mostrando as flores dos ipês, antúrios,hortências, lágrimas de cristo, margaridas, lírios, begônias, amaralis, e outras mil, sorriem quando o sol as despertam com seu esplendor.
Tal qual o amor...
Autora: Yna Beta




FELIZ PRIMAVERA
Quando entrar setembro
E a boa nova andar nos campos
Quero ver brotar o perdão
Onde a gente plantou
Juntos outra vez

Já sonhamos juntos
Semeando as canções no vento
Quero ver crescer nossa voz
No que falta sonhar

Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim é facil inventar
Uma nova canção
Que venha nos trazer
Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender

Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha trazer
Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender

Autor não mencionado








DONS PRIMAVERIS
hai, molhai minh’alma, ó chuvas de setembro...
Fertilizai de amor e fé o meu jardim.
Façai brotar nos galhos as verdes folhinhas,
Dos dons maravilhosos que Deus plantou em mim!

Sejai benévola comigo, primavera,Na sinfonia das flores a desabrochar,Pintai de vermelho, de amarelo e rosa,Todas as notas que nas canções irei usar.
Que ao despontar um verso, qual pétala de flor,Seja suave ao toque de cada coração...Tenha o perfume doce da fraternidade,E a união perfeita da rima e da canção.
Cuidai de cada muda, qual devotada mãe,
Para que não se percam estes dons, jamais!
Deixai abrir, assim, de um a um, cada botão,
Nesta campina de tantos belos ideais.
Que eu saiba separar no campo ervas daninhas,

De todo esse tesouro que venha a conquistar;
Das benfazejas bênçãos, de toda essa florada,
De todo o amor, de toda a paz que eu tenha para dar.
Em cada primavera, quando os dons florescem,
Uma riqueza de aromas espalham pelo ar...

Infinitude de cores, nuances do arco-íris,Basta um mergulho na alma e você vai encontrar...Mãos postas, ergo o meu olhar agradecido,Fitando o céu, faço ao Meu Senhor uma oração.Que me deu a primavera deu-me o dom da vida,E o poder de descobrir outros dons no coração!
Autora: Mírian Warttusch



A primavera é a estação do ano que se segue ao inverno e precede o verão, iniciando-se, no Hemisfério Norte cerca do dia 20 de março e terminando cerca de 21 de junho. No Hemisfério Sul, inicia-se por volta de 22 de setembro e termina em redor de 21 de dezembro. É tipicamente associada ao reflorescimento da flora e da fauna terrestres.Do ponto de vista da Astronomia, a primavera do Hemisfério Sul inicia-se no equinócio de setembro e termina no solstício de dezembro.
Como se constata, no dia do equinócio o dia e a noite têm a mesma duração. A cada dia que passa, o dia aumenta e a noite vai encurtando um pouco, aumentando, assim, a insolação do hemisfério respectivo.
Estas divisões das estações por equinócios e solstícios poderão ser fonte de equívocos, mas deve-se levar em conta a influência dos oceanos na temperatura média das estações. Na primavera do Hemisfério Sul, os oceanos meridionais ainda estão frios e vão aos poucos aquecendo, fazendo a primavera ter temperaturas amenas ao longo da estação.
Para a região sudeste do Brasil, onde há a maior concentração populacional do país, é geralmente o fim da estiagem de inverno e o início da temporada de chuvas.




ESTAÇÃO ESPERANÇA

E tu chegaste
vestida de flores
ornada de cores,
inebriante de odores,
bela Primavera,
estação dos amores!

Vieste, assim,
abrindo o sorriso,
trazendo o aviso
amar é preciso,
gentil Primavera,
estação paraíso!

E eu te recebo
com passos de dança
fazendo aliança
com a vida em mudança,
doce Primavera,
estação esperança!

Autora: Lêda Mello





FLORES E AMORES

As flores do meu imenso jardim,
Azaléias, acácias, crisântemos e jasmins,
Suas cores são tão lindas e sutis,
Seus aromas são tão doces pueris,
Que vaidoso chego a pensar que no mundo
Não existem flores como as do meu jardim.

Rosas, violetas, gerânios e hortênsias,
Amarílis, margaridas, cravos e tulipas,
Miosótis, centúrias, anêmonas e camélias,
Íris, jacinto, deda leira e alfazemas,
Madressilva, lírio, begônias e orquídeas,
São tantas as flores
Como tantos foram os amores
Que floresceram no meu jardim

Hoje estou muito mais feliz, pois o narciso,
A gloxínia, o girassol, a prímula, a peônia,
E os ciclamens são flores que estão por
Desabrochar no meu lindo jardim

Com tantas flores e amores
Só agradeço a Deus
A Paz que carrego dentro de mim.

Autor: José Roberto Carneiro
Encantação da Primavera

Brotam brotinhos na tarde feita
Só de suspiros:
O amor é um vírus...
Apenas o general de bronze continua de bronze!
O vento desrespeita todos os sinais do tráfego.
Velhinhos de gravata borboleta
Sobem e descem como autogiros.
O guarda de trânsito virou cata-vento.
As mulheres são de todas as cores como esses
manequins expostos nas vitrinas,
E onde é que estão, me conta, as tuas esperanças
mortas?!
Lá vão elas – tão lindas – vestidas de verde
Como Ofélias levadas pelos rios em fora
Enquanto eu nem me atrevo a olhar para o alto:
repara se não é
O Espírito Santo que vem descendo em lento vôo
E até Ele, até Ele, deve estar assim, – todo irisado
Como os olhos das crianças, como as maravilhosas
bolinhas-de-gude!

Mario Quintana
Em Primavera Cruza o Rio - Ed Globo – 1985

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

ATENÇÃO!!!!!

O SAL E A HIPERTENSÃO
O Sal da forma como é consumido hoje é uma bomba atômica para o nosso organismo, pode ser equiparado ao cigarro.
Saiba mais
 clicando aqui

PARA ACABAR COM O "APERTO"

Embalagem plástica elaborada com cristais transforma urina em gel. Preço do produto varia de R$ 2,90 a R$ 3,90 em farmácias. O 'Toalet descartável' promete aliviar as pessoas na hora do sufoco.
Imagine essa situação: você está parado no engarrafamento e precisa ir ao banheiro. O que fazer? Pensando no sufoco que muita gente passa, está sendo vendido no Rio um saco plástico descartável, elaborado com cristais que se transformam em gel quando entram em contato com a urina. A ausência de sanitários públicos na cidade faz com que muitas pessoas "resolvam o problema" na própria rua e até dentro dos túneis da cidade. Pensando no alívio das necessidades fisiológicas imediatas, a diretora da empresa que fabrica o produto, Fernanda Brites, conta que o 'Toalet descartável', como é conhecido, pode mudar esse mau hábito da cultura do carioca, além de não degradar o meio ambiente. "Ele pode ser descartado em qualquer lixeira, já que não tem perigo de molhar, nem contaminar o ambiente. O saco também fica lacrado e absorve 98% do odor.
Assim, todo mundo pode evitar o constrangimento de ver os homens fazendo xixi na rua e a cidade vai ficar mais limpa," afirma. Atende a homens e mulheres Segundo Fernanda, o produto foi desenvolvido para atender homens e mulheres, independentemente da faixa etária e das condições físicas. Ela mesma confessa que já fez xixi dentro do saquinho e não houve nenhum transtorno. Mas, para as mulheres que se sentem constrangidas, o produto também tem outras finalidades. "Ele pode ser usado em casos de mal estar, porque absorve o vômito, por crianças quando não conseguem segurar o xixi e por pacientes nos hospitais, já que substitui e reduz o risco de contaminação pelo uso da comadre e do patinho".
Sucesso entre os taxistas
Para o taxista Luis Peres, a novidade está despertando a curiosidade da clientela. Ele, que carrega os saquinhos no painel do carro, afirma que tem solucionado vários problemas na hora do ''aperto''. "Uma vez estava levando um passageiro mais idoso, no Galeão (aeroporto internacional). Ele me disse que estava passando mal, mas conseguiria chegar ao destino sem eu precisar parar o carro. Mas percebi que não daria tempo. Saquei o saquinho e ele fez xixi ali mesmo. Foi bom que não sujou o carro," ri o taxista.

Alívio no mal-estar
O publicitário Ricardo Mello conta que o saquinho livrou sua namorada do constrangimento de passar mal em público. "Estava num bar com minha namorada e ela começou a passar mal. Lembramos que ela tinha guardado um saquinho na bolsa e usamos. A advogada Tânia de Castro lembra que usou o saquinho quando estava a bordo de um táxi e passou mal. "O motorista me cedeu um saquinho. No final, você lacra sem fazer confusão, já que ele vira uma gelatina. É funcional e todo mundo deveria ter dentro do carro", lembra Tânia.

Como comprar
O produto é vendido nas drogarias Venâncio (Barra, Centro, Tijuca e Vila Isabel). Preço: de R$ 2,90 a R$ 3,90


segunda-feira, 20 de setembro de 2010

BRASILEIROS PODEM TIRAR DÚVIDAS SOBRE EXAMES LABORATORIAIS PELA INTERNET

Agência Notisa (science journalism – jornalismo científico)

Sociedade Brasileira de Patologia Clínica lançou versão nacional de site norte-americano que já existia em outros 11 países.
No início desta semana, a versão brasileira do site Lab Tests Online passou a funcionar no endereço:www.labtestsonline.org.br. Segundo release da assessoria de imprensa da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica (SBPC), essa ferramenta criada em 2001 pela American Association of Clinical Chemistry (AACC), dos Estados Unidos, fornece informações para profissionais de saúde e para o público leigo sobre exames laboratoriais.
A versão brasileira é mantida pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial - SBPC/ML e conta com o apoio da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial – CBDL. Ainda, segundo o release, o site é desenvolvido e atualizado permanentemente por médicos da área.
No Lab Tests Online – BR há uma lista de exames relacionados em ordem alfabética. Mas além de conhecer o exame propriamente dito – finalidade, como e quando deve ser feito e preparação –, o usuário poderá obter informações sobre diferentes doenças. Vale lembrar que o acesso ao site é gratuito e que ele não pretende substituir a prescrição médica.
____________________________________________

sábado, 18 de setembro de 2010

É Proibido...


É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar, Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Pablo Neruda